E se desistíssemos?


20150615120026

Tenho costume de às vezes ao me deitar ficar pensando naquilo que vivo e que vivi minha vida com Deus, os momentos difíceis e também os gratificantes e às vezes durante esses pensamentos Deus começa a falar comigo, pois bem, hoje foi um desses dias e simplesmente não consegui dormir, pois algo ficou martelando em minha cabeça. E se desistíssemos na primeira falha, como homens, maridos, filhos, e se desistíssemos em nossa primeira falha como filhos de Deus e servos de cristo? O que seria a historia do cristianismo se os apóstolos tivessem desistido ante as perseguições, se homens como Lutero, Spurgeon, J. Edwards, John Wesley e muitos outros tivessem desistido na primeira falha ou dificuldade, talvez hoje não existisse o que conhecemos como igreja, talvez você nem estivesse lendo este texto. Em comparação a pessoas que tiveram algum tipo de influencia sobre minha fé ainda sou um menino, crescido na igreja, mas nascido de verdade a pouco mais de oito anos, e quantas foram às quedas, as dificuldades com vícios, a transformação do meu caráter antes destruído pela falta de sentido na vida, pela falta de Deus. Quantas vezes não pensei em jogar tudo para o alto, dizer pra Deus, “Obrigado pelo voto de confiança, mas não posso mais”. Um dos meus personagens favoritos da bíblia é o rei Davi, o homem segundo o coração de Deus, um pecador e ainda assim Deus se agradou dele. Às vezes é difícil entender como é possível ser considerado desta forma mesmo com tantas falhas, mas se olharmos Davi veremos alguém que nunca parou no caminho por conta de seus erros, mesmo nas dificuldades e quando parecia que ia sucumbir em seus erros ele se segurava em Deus. Os Salmos provam isso, quantos não são os que falam disso, e em muitos outros vemos o quanto, mesmo antes do tempo que chamamos de graça, Deus mostrava se um Deus de misericórdia. Vejo isso em minha vida muitas vezes, nos momentos mais sombrios La estava Deus sussurrando em meu coração dizendo “estou contigo”. E assim como Pedro quando andava sobre o mar e por um instante seus pés vacilaram, ele pode gritar ”Senhor, salva me”, e no mesmo instante Jesus estendeu suas mãos, assim é na minha vida, quando parece que a luz vai deixar de brilhar, o ultimo fôlego vai se acaba, posso chamar o senhor e sentir meu coração arder como no primeiro dia. Somos filhos de um Pai amoroso e que não vai se importar com nossas roupas sujas ou nossos pés descalços, ele já tem tudo novo preparado para nós, talvez você esteja passando por isso, os erros e dificuldades estão fazendo você quase desistir, se esse for seu caso, não chegou até este ponto do texto por acaso, está na hora de gritar “senhor, salva me”, muitas vezes já o fiz e sempre pude perceber Jesus ali para pegar em minha mão, e ele estará para você também. Não poderia terminar este texto de outra forma que não fosse orando “Pai, obrigado primeiramente pela vida destes que estão lendo este texto, obrigado por teu amor, graça e misericórdia, sem isso o que seria de nós”? Pai que o senhor demonstre a estes teu amor tão profundo, assim como tem se mostrado a mim, e que estes não tenham dificuldade em pedir que o senhor os salve que as palavras não se prendam em suas gargantas, que gritem literalmente se necessário. Que o teu espírito nos ajude a cada dia nesta caminhada, em graça e amor. Transforma-nos, em nome de Jesus. Amém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s